sexta-feira, 18 de novembro de 2011

David Hoilett (Blackburn Rovers FC)

Bookmark and Share

A vida não está fácil para o Blackburn. O histórico clube inglês, que ganhou a sua última Premier League na temporada de 1994/1995, vive na ressaca da saída de Sam Allardyce. Os primeiros jogos não estão a correr bem e o penúltimo lugar (apenas 6 pontos em 33 possíveis) leva os mais pessimistas a traçar-lhe, desde já, a descida como um destino sem fuga.

Steve Kean, sucessor de "Big Sam", é considerado um dos maiores responsáveis pelo mau momento dos Rovers. No entanto, no meio de todo este desaire, desponta uma estrela: David Hoilett. O jovem canadiano de 21 anos tem-se assumido como um dos motores da formação do norte de Inglaterra, apontando dois golos no campeonato e fazendo um punhado de assistências. Rápido e imprevisível, Hoilett é uma dor de cabeça para qualquer defesa, sendo perito em inventar soluções quando tudo parece perdido.


Nome: David Wayne Hoilett
Nascimento: 05/06/1990 (21 anos)
Naturalidade: Brampton - Canadá
Altura: 173 cm
Peso: 70 kg
Posição: Extremo
Clube: Blackburn Rovers FC - Inglaterra
Percurso: Blackburn Rovers (desde 2007): empréstimos ao Paderborn 07 (2007/08) e ao St. Pauli (2008/09)
Nº Camisola: 23


Nascido no Canadá, David Hoilett está nos quadros do Blackburn desde 2007. Era ainda um adolescente quando o clube inglês o foi comprar ao outro lado do Atlântico, mas, sendo extra-comunitário, não podia actuar em Inglaterra sem internacionalizações ou sem algum tempo de jogo no futebol europeu. Por isso, nos primeiros dois anos, foi emprestado a clubes alemães. No SC Paderborn 07 apontou apenas um golo em doze partidas, mas no St. Pauli assinou seis tentos e foi importante ao longo da época.

Garantida a licença de trabalho, David Hoilett ingressou finalmente no clube inglês. Na primeira temporada, o seu momento alto foi a marcação de uma grande penalidade decisiva que colocou os Rovers na meia-final da Carling Cup, depois de eliminarem o Chelsea. No final do ano, especulava-se que, com o término do seu contrato, a saída era o destino, mas depois de falar com Sam Allardyce, a jovem promessa optou por ficar e renovar por mais dois anos.

O primeiro golo de Hoilett na Premier League foi apontado numa partida caseira diante do West Bromwich Albion, no dia 23 de Janeiro de 2011. A partir daí a sua importância na plantel cresceu e, desde então, partilha as alas com o norueguês Monten Gamst Pedersen.

Em termos internacionais, David Hoilett poderá actuar pelo Canadá, Jamaica e Inglaterra. Até ao momento ainda não disputou nenhum jogo FIFA por nenhum destes países. Embora pretenda actuar pela selecção da América do Norte, a ascendência jamaicana do seu pai também poderá ter peso na decisão que terá que tomar.


Vídeo:

David Hoilett insere-se na linha de jogadores rápidos e imprevisíveis, onde Aaron Lennon e Ashley Young são figura de proa em Inglaterra. O seu sucesso poderá ser determinado por uma transferência a médio prazo para um clube com objectivos mais ambiciosos. Esta época, pretende-se, será de confirmação e, se tudo correr como previsto, o Blackburn Rovers poderá encaixar com Hoilett nova soma considerável de dinheiro, depois de Phil Jones se ter mudado para o Manchester United durante o último defeso, numa operação que rondou as 20 milhões de libras.

Bruno Tomé

11 comentários:

Patryck - Admin. disse...

Agora é aguardar a sua atuação!
_______________________________________________

Aceita parceria? Siga, estou te seguindo!

http://fcgols.blogspot.com/

19 de novembro de 2011 às 15:10
aznag. disse...

Tenho um fórum, passem por lá e troquem as vossas opiniões com outros users: http://quadrotatico.forunspt.com/index.php

19 de novembro de 2011 às 23:51
Anónimo disse...

Diz que o jogador é extremo direito mas ele aparece muitas vezes pelo lado esquerdo a criar situações de perigo. Cumps, excelente blog. parabéns

24 de novembro de 2011 às 22:23
Domingos Sávio disse...

Topa parceria entre blogs? sou do http://rivalidadebritanica.blogspot.com/

24 de novembro de 2011 às 22:38
Max dos Santos disse...

Steve Kean levou o Blackburn à má situação. E o pior: o clube renovou com ele!

Abraço!
BritFoot

27 de novembro de 2011 às 15:43
Anónimo disse...

Eu sou português, adoro o blackburn rovers,longe vão os tempos de alan shearer,sutton,mike newell,entre outros,sinceramente acho que a culpa não seja só do treinador,é preciso matéria prima ou seja jogadores mais experientes,mas tambem mais ambição por parte das pessoas que gerem o clube,deixo aqui o meu voto de incentivo e de felicidades ao clube que em outros tempos andou nos lugares da frente

25 de dezembro de 2011 às 17:03
Anónimo disse...

sinceramente tenho saudades de ver o blackburn rovers a lutar pelos lugares cimeiros da classificação,mas isso actualmente é quase impossivel pois muitos magnatas compraram clubes como o manchester city e reforçaram bem o plantel,o mal é que eu acho que o blackburn esta mal em termos de treinador,jogadores muitos deles sem qualidade,e isso transmite se em campo com maus resultados,e obviamente começa a ganhar forma a descida de divisão que espero que não aconteça,pois acho que deviam salvar este clube historico amar mais o clube

25 de dezembro de 2011 às 17:39
Anónimo disse...

As vezes não é preciso gastar rios de dinheiro para se reforçar bem uma equipa,basta analisar bem qual as lacunas que são necessárias corrigir,isso ás vezes só é possivel com dinheiro é certo mas quando não se tem um orçamento como o manchester city ou mesmo chelsea há que procurar em clubes mais pequenos pois muitas vezes estão la grandes estrelas escondidas

25 de dezembro de 2011 às 17:45
Anónimo disse...

Uma coisa digo eu estou profundamente triste e desiludido com a prestação da equipa, já havia referido que a culpa não é so do treinador mas uma é certa quando lá estava o paul ince a treinador eles o dispensaram em pouco tempo,contratando sam allerdyce a meu ver muito bem pois revolucionou a equipa,e com tantos treinadores ai sem clube e ja com a segunda volta do campeonato ai á porta insistem em não dispensar steve keane,não compreendo,mas sou apenas um adepto que esta longe,mas que não é por isso que deixa de acompanhar e de gostar desse clube maravilhoso que é o blackburn rovers,força

25 de dezembro de 2011 às 17:55
Anónimo disse...

Agora melhorou um pouco mas sinceramente nao entendo como foram capazes de empatar em anfield road e ganhar em old trafford e no regresso a ewood park nova derrota com o stoke city mas o futebol tambem e imprevisivel mas mesmo assim nao adianta ganhar aos grandes se perde pontos em casa com equipas do mesmo calibre, vale se agora esta vitoria com o fulham mas ha muito mas muito por fazer,o futuro a deus pertence mas podera ser uma recuperaçao, mas continuo afirmar que steve keane nao tem qualidade para treinar o blackburn

15 de janeiro de 2012 às 19:59
Anónimo disse...

nao esta facil mesmo a vida do blackburn rovers,mas no entanto empatou num terreno complicado como o do everton, vamos ver agora contra o newcastle

22 de janeiro de 2012 às 18:38

Enviar um comentário