segunda-feira, 26 de julho de 2010

Andrew Carroll (Newcastle United FC)

Bookmark and Share


Depois de uma paragem de quase três meses, a Premier League está quase a recomeçar. As três equipas despromovidas irão lutar na Coca Cola Championship para voltar o mais rapidamente ao principal escalão inglês e os três promovidos tudo farão para se manterem entre a elite, uma tarefa deveras complicada. Acompanhado pelo West Brom e pelo surpreendente Blackpool, o histórico Newcastle está de regresso ao seu lugar. Depois de uma época decepcionante que culminou com a despromoção, os Magpies querem consolidar o seu lugar entre os grandes do futebol inglês, voltando a dar alegrias à sua fervorosa camada associativa.

A manutenção da maioria dos jogadores foi fundamental para o regresso tranquilo à Premier League que o Newcastle conseguiu. Com a saída de Michael Owen e Obafemi Martins, quem beneficiou foi o jovem ponta-de-lança inglês Andy Carroll. Considerado por muitos como o futuro avançado da selecção inglesa, o jogador do Newcastle foi determinante para a subida do seu clube, apontando 17 golos durante toda a temporada.



Nome: Andrew Thomas Carroll
Nascimento: 06-01-1989 (21 anos)
Naturalidade: Gateshead - Inglaterra
Altura: 191 cm
Peso: 75 kg
Posição: Avançado
Clube: Newcastle United FC - Inglaterra
Nº Camisola: 9


Desde muito cedo que Andy Carroll se evidenciou devido a algumas qualidades muito particulares. A sua altura, aliada ao seu bom posicionamento, jogo de cabeça e oportunismo levaram o Newcastle a apostar no jogador logo ao 17 anos. Com essa idade, o jogador foi lançado às feras na Taça Uefa, frente ao Palermo, tornando-se no jogador mais novo de sempre a actuar com a camisola dos Magpies numa competição europeia. No dia 29 de Julho de 2007, num amigável frente à Juventus, Andy Carroll marcou o primeiro golo como sénior, batendo Gianluigi Buffon, para muitos o melhor guarda-redes do mundo, que no fim do jogo lhe augurou um futuro promissor.

No entanto, com a concorrência de avançados de grande calibre, Andy Carroll teve que ser emprestado ao Preston North End para ter oportunidade de evoluir. Durante seis meses, Carroll não teve oportunidade de se mostrar, regressando em Janeiro ao seu clube de origem. O primeiro golo oficial como sénior surgiu no dia 10 de Janeiro de 2009, frente ao West Ham United. No resto da temporada, que culminou com a descida do Newcastle, o jovem jogador marcou três golos no total.

Com a descida do seu clube à Coca Cola Championship, finalmente Andy Carroll teve oportunidade de se afirmar. Viduka, Owen e Martins abandonaram a equipa e Carroll fez uma poderosa tripla ao lado de Shola Ameobi e Lovenkrands. Num jogo frente ao Cardiff City, Andy Carroll marcou dois golos e forçou um auto-golo do adversário, realizando uma exibição portentosa. Como recompensa, o treinador Chris Hughton atribuiu-lhe a legendária camisola nº 9, que pertenceu a símbolos do clube como Alan Shearer e Andy Cole.

Vídeo:

Fabio Capello tem observado atentamente Andy Carroll e com o regresso do seu clube aos grandes palcos, o jovem jogador terá certamente mais exposição, mas também menos espaço para erros. Este terá que ser obrigatoriamente o seu ano de afirmação e que o poderá levar para as grandes potências da Premier League ou do futebol europeu. Acredito profundamente que este jogador irá ser uma das estrelas do Newcastle de 2010/2011 e um dos grandes futuros pontas-de-lança do futebol inglês, europeu e mundial.

Bruno Tomé

2 comentários:

Anónimo disse...

Faz lembrar batistuta. É um ponta de lança muito poderoso, era um destes que o meu sporting precisava....

22 de agosto de 2010 às 14:33
Rui Miguel Soares disse...

Um grande jogador, gostei de ve-lo frente ao Aston Villa e em especial o seu Hat-trick

23 de agosto de 2010 às 02:08

Enviar um comentário